sábado, 26 de setembro de 2015

Carta Aberta aos Intelectuais, de Rudolf Berg

Prezados intelectuais, eu vos escrevo essa carta para explicar o que nós somos, o que deveríamos e podíamos ser. É uma solicitação e uma exigência aos intelectuais para tomarem uma posição digna diante de uma realidade social que está se encaminhando para uma grave crise social que pode ameaçar até mesmo a existência humana. Por isso a leitura atenta e completa dessa carta se faz necessário, bem como ela em si e seu apelo a todos os intelectuais.

Os intelectuais são geralmente conservadores. Apesar da propaganda (e não passa disso) do suposto papel crítico do intelectual na sociedade moderna, não é isso que se verifica na realidade concreta. E quais são as razões disso? É possível a superação dessa realidade? Qual deveria ser a função do intelectual na nossa sociedade? Como intelectual é preciso dizer que é possível superar o conformismo, o conservadorismo, o progressismo que impera nos meios intelectuais. Essa é uma “carta”, que sai dos formalismos que a intelectualidade acaba se submetendo, de um intelectual para outros intelectuais.
Confirma o texto completo no blog "Sociologia dos Intelectuais":
http://sociologiadosintelectuais.blogspot.com.br/2015/09/carta-aos-intelectuais.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário