terça-feira, 9 de dezembro de 2014

Os Movimentos Sociais durante o Capitalismo Oligopolista Transnacional



Os Movimentos Sociais durante o Capitalismo Oligopolista Transnacional 
Nildo Viana

Resumo

Os movimentos sociais seguem a dinâmica do capitalismo, sendo que emergiram na sociedade moderna, possuindo um desenvolvimento marcado por sua inserção particular na mesma. O nosso objetivo é analisar alguns dos elementos básicos dos movimentos sociais durante o capitalismo oligopolista transnacional, caracterizado pela vigência do regime de acumulação conjugado, e mostra que sua dinâmica é marcada tanto por um recuo do movimento operário convivendo com a emergência do aparecimento de um novo contexto para os movimentos sociais e sua radicalização no final dos anos 1960, época da crise do regime de acumulação conjugado.

Para ler o texto completo, clique aqui.

Nenhum comentário:

Postar um comentário